Na área oftalmológica a clinica conta com profissionas especialistas que podem tratar a maioria das doenças oculares, como por exemplo.

• ERROS DE REFRAÇÃO

Miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia

Traumas

Durante as atividades cotidianas podemos sofrer acidentes que venham a atingir o globo ocular. Estes traumas podem causar descolamento de retina, lesões na órbita, nas pálpebras, sangramentos na parte anterior e posterior do globo ocular, lesões de córnea, dentre outros problemas.

Caso ocorra algum acidente ocular deve-se procurar um atendimento por medico oftalmologista ou quando não for possível, um clinico geral dos serviços de plantão. Em casos de queimaduras por agentes químicos deve-se lavar bem os olhos com água corrente e não usar colírios ou pomadas antes do atendimento medico.

 

• Fratura de órbita:  a órbita é a estutura óssea ao redor dos olhos. Ocorrem por quedas violenteas, acidentes de transito.Em situações graves são realizados procedimentos cirúrgicos para correção.

 

• Lesão de retina: Traumas violentos, quedas, grandes esforços fisicios, predisposição podem levar a descolamento da retina, que é uma camada de prolongamento dos nervos dos olhos.  Descolamento da retina provoca baixa de visão, visão de raios luminosos entre outros sintomas, porém não causa dor.; e se não tratado pode levar

Olho seco

 È uma doença ocular caracterizada pela pouca quantidade e/ou má qualidade da lágrima. É QUANDO HÁ A REDUÇÃO NA CAPACIDADE DE PRODUZIr OU MANTER A QUANTIDADE DAS LAGRIMAS NATURAIS, QUE POSSUEM GRANDE IMPORTANCIA NA FUNÇÃO DE PROTEGER A SUPERFICIE OCULAR.

É bastante comum e afeta de 5 a 34% da população mundial.   Esta sendo considerada uma doença do mundo moderno tendo em vista o hábito de ficar horas em frente ao computador, celulares, televisão etc.

O ressecamento ocular faz com que os olhos fiquem irritados. . Isto faz com que facilite o aparecimento de inflamações e infecções.

Este desconforto está relacionado com:

• exposição a determinadas condições do meio-ambiente, como poluição, ambiente muito seco por ar-condicionado e tempo seco;

• tempo prolongado na frente de computadores e televisão ;

• uso de lentes de contato;

• idade avançada e menopausa;

• uso de alguns medicamentos, como anti-depressivos, anti-histamínicos, diuréticos entre outros;

•  cirurgias de correção de grau;

• doenças como artrite, alergias, lúpus, e algumas Síndromes.

Sintomas:

• ardência

• queimação

• olhos vermelhos

• lacrimejamento excessivo

• desconforto ocular após ver TV, ler  ou utilizar computador

 

Consultar um oftalmologista é a melhor maneira de ter certeza se você esta ou não com olho seco. O profissional poderá realizar exames, dentre os  quais o TESTE DE SCHIRMER, TESTE DE OSDI, TESTES COM CORANTES VITAIS(fluoresceína lisamina verde, rosa bengala 1%), que farão uma avaliação da produção  da lágrima. A OFTALMOFOZ conta ainda com moderno equipamento para diagnosticar o OLHO SECO- Tear Check-DryCom. Assim o médico poderá embasado em avaliação e análise personalizada melhor tratar com medicamentos ou terapia térmica(ILUX).

sindrome-olho-seco.webp

Pterigio

 O PTERIGIO é uma alteração na conjuntiva que faz com que uma membrana cresça no canto interno do olho. O pterIgio pode crescer e invadir a córnea e a pupila. Os sintomas mais frequentes são: olho vermelho, irritação e lacrimejamento.

A doença não tem prevenção mas o uso de lentes com proteção UV garantem proteção para os olhos., já que existem evidências que a radiação ultra-violenta é um dos fatores para o crescimento do pterígio.

O tratamento é cirúrgico, porém a cirurgia é indicada quando a doença interfere no dia-a-dia dos pacientes ou comprometendo a qualidade de visão e aspecto estético. Mesmo realizando a cirurgia, alguns  casos e principalmente quanto mais jovem o paciente, maiores as chances da membrana voltar a crescer.          

banner-pterigio-1200x675.jpg

Serosa Central

É quando a pessoa começa a enxergar manchas acinzentadas na região central de um dos olhos e baixa significativa da visão, podendo eventualmente acometer os dois olhos. Não se sabe exatamente porque acomete o olho, normalmente esta relacionada a indivíduos na faixa etária de 25 a 45 anos e que apresentam quadros de stress na vida pessoal ou profissional.

Vários são os tratamentos, dependendo do caso e da gravidade, podendo ser realizado apenas um período de descanso/férias,  tratamentos com medicamentos(colírios) e casos mais graves com fotocoagulação à laser.  O tempo do tratamento pode variar de dias a meses.

Ao perceber sintomas de baixa de visão, manchas acinzentadas procure o médico oftalmologista que ira realizar uma avaliação minuciosa e exames complementares  de retina para elucidar o caso.

re2.jpg

Degeneração Macular

Há várias modalidades de tratamento para a degeneração macular. Na degeneração macular “seca”, o uso de uma combinação adequada de vitaminas e sais minerais pode impedir ou retardar a perda da visão. Já a degeneração macular “úmida”, nos estágios iniciais, pode ser tratada com raios laser.

 

O tratamento é realizado no consultório, apenas com o uso de colírios anestésicos, e normalmente é indolor. A fotocoagulação a laser emprega um feixe de luz altamente focalizado para ocluir os vasos sangüíneos que lesam a mácula. Esse tratamento é realizado nos casos em que os vasos anormais não afetam o centro da mácula.

 

Tratamento quimioterápico com ANTIGIOGENICO, também realizado por especialista em retina. Os antiangiogênicos, modernos medicamentos que, injetados em torno do globo ocular ou no seu interior, têm proporcionado a paralisação ou mesmo a regressão dos vasos anormais, permitindo, assim, a estabilização e até a melhora da visão. A fim de controlar bem a doença, frequentemente é necessário repetir esse tratamento.

degeneração-macular.png

Descolamento de Retina

Se houve ruptura retiniana, mas ainda não houve o deslocamento, esse pode ser evitado com um tratamento imediato, através de fotocoagulação retiniana com laser. No entanto, quando se dá deslocamento, esse revertido com tratamento cirúrgico.

 

Há diversos procedimentos cirúrgicos para se reverter o deslocamento. O mais apropriado será determinado depedendo a gravidade do quadro e do julgamento do oftalmologista.

 

Em casos mais complexos de deslocamento de retina, será necessário usar uma técnica chamada vitrectomia.

 

Essa operação consiste em remover a parte contráida do vítreo retirado será substituido por solução balanceada aproriada, preenchendo a cavidade ocular. Mais de 90% dos casos de deslocamento de retina podem ser resolvidos através de intervenção cirúrgica.

uveíte.jpg

Úlcera de Córnea

A úlcera de córnea  é quando a córnea sofre uma despitelização, ou seja fica sem proteção.

Pode ser causada, por vírus, bactéria ou fungos. Também causadas por queimaduras cáusticas, lesão ocular, arranhões, escoriações e cortes provocados por pregos, galhos de árvores ou outros objetos que entrem no olho. O uso indevido de lentes de contato, também pode acarretar a úlcera.

É um problema grave e pode evoluir para a perda da visão ou ate mesmo do globo ocular.

Quase sempre a úlcera surge como uma mancha branca ou opaca e cinzenta na córnea. Em certos casos, as úlceras surgem sobre toda a córnea e podem penetrar em profundidade causando a perfuração da mesma. Quanto mais profunda for a úlcera, mais graves os sintomas e as complicações.


Sintomas:

• vermelhidão,

• dor,

• sensação de corpo estranho no interior do olho,

• desconforto,

• hipersensibilidade à luz intensa.

pGReucfnKxPqAND.jpg

Calázio

O calázio é provocado pela inflamação da glândula de Meibômio, também localizada na pálpebra. Diferentemente do terçol, o calázio não é produzido por bactérias.

O aparecimento frequente de calázios pode ser indicativo de algum defeito de refração* do olho e deve ser avaliado por um médico oftalmologista.


*O estudo da refração do olho é utilizado para verificar se a focalização está adequada e possibilitando imagens nítidas. Miopia, hipermetropia e astigmatismo são exemplos de defeitos da refração do olho.

c0106658-chalazion-science-photo-library-high_pt.jpg

Entrópio

Entrópio é uma doença na qual a pálpebra está voltada para dentro (invertida), fazendo com que os cílios se esfreguem contra o globo ocular. Ectrópio é uma doença em que a pálpebra se dobra para fora (evertida) de modo que sua borda não entra em contato com o globo ocular.

Essas doenças são mais comuns nos idosos (geralmente como resultado do aumento do relaxamento dos tecidos, próprio da idade), em pessoas com alterações oculares causadas por infecção, cirurgia ou lesão, e em pessoas que têm blefaroespasmo. Ectrópio também pode ocorrer em pessoas com paralisia de Bell.

m1550112-entropion-science-photo-library-high_pt.jpg

Tumor de pálpebra

Um tumor de pálpebra consiste em uma proliferação anormal de células na região ao redor dos olhos. As pálpebras podem ter vários tipos de lesões tumorais, benignas ou malignas.

 

O diagnóstico é feito pelo oftalmologista, em um exame de rotina. Quanto mais precoce o tratamento, maiores as chances de cura.

As causas são inúmeras, mas o fator genético e a radiação solar são os principais fatores de risco. Além disso, fatores alimentares

e o tabagismo também contribuem para o desenvolvimento dos tumores de pálpebras.

O diagnóstico é feito no exame clínico. De acordo com as características da lesão, tamanho, aparência, formato, cor, é possível definir o tipo de tumor e se há suspeita de malignidade.

Carcinoma-sebáceo.jpg

Tumor de conjuntiva

A conjuntiva é uma fina membrana mucosa e transparente. Ela cobre a maior parte da superfície do globo ocular (conjuntiva bulbar), e o interior das pálpebras (conjuntiva palpebral).

Um tumor de conjuntiva se origina de uma proliferação anormal de células e pode ser benigno ou maligno.

O diagnóstico dos tumores conjuntivais pode ser feito pela observação clínica e pelo exame à biomicroscopia, realizados por um oftalmologista familiarizado com este tipo de tumores. O registo fotográfico também é importante para o estudo da evolução das lesões.

Carcinoma-sebáceo.jpg

Doenças de Vítreo
Infecções Oculares
Outras Patologias

Adaptação de Lentes
de Contato

As lentes de contato têm-se tornado cada vez mais uma importante alternativa de correção óptica.

 

Nos dias de hoje encontram-se disponíveis no mercado lentes de contato com materiais mais confortáveis e seguros, sendo que a sua limpeza e conservação também demandam o uso de apenas um produto multiuso o que torna a vida dos usuários muito mais fácil e tranqüila.

 

Casos como ceratocone,  presbiopia(baixa visão para perto devido a idade), miopia, astigmatismo, pós-operatório de cirurgias refrativas , transplantes de córnea, dentro outros, podem ter suas indicações no uso de lentes de contato.

3p-lentes-de-contato-ok-2-768x510-aab88280.jpg

Visão de Crianças

Não há nada mais importante para os pais do que a saúde de seus filhos. E a saúde ocular é algo de extrema importância para que haja um bom desenvolvimento em outras áreas também.

 Os pais, além do pediatra devem ficar atentos à alguns sinais desde o nascimento para avaliar a boa acuidade visual das crianças:

- aos  três meses, a visão de seu filho é de 100% à distância de um metro.Ele já fixa e segue objetos com o olhar e também percebe cores básicas,como o azul e o amarelo,mas só notará nuances de tons a partir dos cinco, seis meses.

 

Nessa fase, ele já coordena a visão dos dois olhos e ela, agora mais nítida é de 100% à distância de 2 metros. A catarata e o glaucoma congênitos e algumas outras alterações que podem ser detectadas na maternidade através do Teste do Olhinho.

 

O bebê prematuro pode ter  descolamento de retina, e o diagnóstico e a cirurgia corretiva   devem ser feitos até o segundo mês de vida, sendo assim  necessária a avaliação de um oftalmologista precocemente.

- com um ano, a visão de seu filho é de 100% a 4 metros de distância. Se for um bom  observador e não estiver muito faminto, poderá ver, por exemplo, um fio de cabelo   no prato.

 

Aos quatro anos, ele tem 95% da visão a 5 metros de distância, e ela só completará aos seis anos, quando a criança já é capaz de ler aquelas letras pequenas da tabela, que no consultório do oftalmologista, é projetada na parede. Isso significa 100% de visão a 5 metros, ou seja, enxerga igual a um adulto.

Procure o médico se perceber  que existe algo errado no comportamento das crianças, como por exemplo: quedas freqüentes, aproxima-se demais da televisão, dos livrinhos,

se não tem paciência para brincadeiras ou joguinhos que necessitem de concentração.

 

Caso tenha dúvidas, entre em contato com o pediatra que poderá orientá-la a procurar um oftalmologista se houver necessidade.

Todos os defeitos de visão podem se beneficiar de um tratamento ou reeducação, exemplo é a ambliopia, que é a má utilização de um olho. Os chamados vícios de refração, como a miopia(não enxerga de longe), a hipermetropia(não enxerga de perto) e o   astigmatismo(falta de foco), não têm cura, apenas correção.

eyeglasses-child-girl.jpg